Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS-SP

A A A Tamanho do texto

CRT DST/AIDS-SP E PARCEIROS PROMOVEM DIVERSAS ATIVIDADES NO DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA A AIDS - 2015

A Secretaria da Saúde, por meio do Centro de Referência e Treinamento DST/Aids-SP, em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura e a ONG Aids Healthcare Foundation (AHF), celebrará o dia 1º de dezembro, Dia Mundial de Luta Contra a aids, no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (MASP).

A Secretaria da Saúde, por meio do Centro de Referência e Treinamento DST/Aids-SP, em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura e a ONG Aids Healthcare Foundation (AHF), celebrará o dia 1º de dezembro, Dia Mundial de Luta Contra a aids, no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (MASP). Será realizada testagem para o HIV com uso de teste rápido por fluído será das 9h às 20h, além de distribuição de camisinhas e gel lubrificante. O dia contará ainda com diversas atividades culturais.

A testagem precoce é fundamental para o tratamento em tempo adequado. ¿A realização de testes rápidos de HIV por fluido oral atrai quem teme a picadinha no dedo para retirada de uma gota de sangue", comenta Maria Clara Gianna, coordenadora do Programa Estadual DST/Aids-SP. ¿É importante ressaltar que ainda hoje, o diagnóstico tardio contribui para a morte de 8 pessoas por aids todos os dias no estado.

Em sua 8ª edição, Campanha Fique Sabendo, bateu recorde no número de participação de municípios. Este ano, 577 municípios dos 645 municípios paulistas estão realizando cerca de 200 mil exames de HIV (destes 87 mil testes rápidos) e 150 mil exames de sífilis.

A campanha anual, iniciada em 2008, tem por objetivo estimular a população sexualmente ativa a realizar o teste anti-HIV, em especial os grupos mais atingidos pela aids (homens que fazem sexo com homens, profissionais do sexo, usuários de drogas). ¿Desde 2008, a epidemia tem mostrado importante elevação de casos entre homens que fazem sexo com homens¿, observa Maria Clara Gianna. Entre os casos de aids em homens com mais de 13 anos de idade, a proporção da categoria de exposição HSH aumentou de 30,3% em 2007 para 44,8% em 2014, percentual semelhante ao final da década de 1980. A partir de 2011, o número de casos de HSH superou o número de casos de homens heterossexuais, 1.811 e 1.756 respectivamente.

Verifica-se ainda que entre os jovens de 15 a 19 anos de idade, a taxa passou de 2,7 casos em 2007 para 4,2 casos em 2014; entre aqueles com 20 a 24 anos, de 13,8 para 19,6 por 100 mil. Em 2007 ocorreram 593 casos com aids naqueles com 15 a 24 anos e em 2014, 823, um aumento de 39%, sendo predominante no sexo masculino. O aumento dos casos entre homens nesta faixa etária (88,9%), e que merece atenção, é decorrente do aumento da transmissão entre homens que fazem sexo com homens. Em números gerais, no estado de São Paulo, no período de01 de janeiro de 1980 a 30 de junho de 2015, foram registrados 244.641casos de aids.

Atividades culturais farão parte da agenda do dia. A artista plástica Adriana Bertini realizará desfile de roupas produzidas a partir de preservativos especialmente para esta data às 10h30 e 12h30. O espetáculo ¿Todos somos Cazuza¿, com participação de 20 jovens do CEU das Artes de Mauá, sob direção do Professor Jardel Teixeira será apresentado às 15h. O famoso Esquadrão das Drags fará intervenções de prevenção e convidarão população a realizar o teste de aids ao longo do dia. Contaremos ainda com o lançamento do ebook Morte e Vida Posithiva, do ativista Beto Volpe. 

Para saber onde fazer o teste ligue para Disque DST/Aids: 0800 16 25 50 -
ww.crt.saude.sp.gov.br

 

Comunicar Erro






Enviar por E-mail






Colabore


Obrigado