A A A Tamanho do texto

Centro paulistano de tratamento a soropositivos atende a 500 estrangeiros em 3 anos

Com tratamento gratuito pelo SUS, serviço estadual na zona sul de SP recebeu pacientes de 36 países desde 2008

Cerca de 500 pacientes estrangeiros portadores do vírus da Aids foram atendidos gratuitamente nos últimos três anos no Centro de Referência e Treinamento em DST/Aids, unidade da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo na zona sul da capital paulista.

A diversidade de nacionalidades atendidas é grande. Desde 2008 o local recebeu pacientes de 36 diferentes países. Os chilenos lideram a posição de estrangeiros em tratamento, com 81 pacientes atendidos no período, seguido pelos argentinos, com 55. Mas há pacientes de Portugal, Suíça e até dos Estados Unidos.

Grande parte desses estrangeiros mora em São Paulo, ou se mudaram durante o tratamento. Há também pacientes que residem em outros países. Eles vão ao CRT a cada três ou quatro meses para a realização de consultas e exames.

Além de oferecer todo o tratamento e atendimento especializado, os pacientes têm à sua disposição todos os medicamentos antirretrovirais, o chamado "coquetel", entregues gratuitamente.

"Neste momento, contamos com cerca de 5 mil pacientes matriculados no CRT, mais da metade em tratamento antirretroviral", diz Maria Clara Gianna, coordenadora do Programa Estadual DST/Aids-SP.

O Centro de Referência e Treinamento fica na Rua Santa Cruz, 81 - Vila Mariana - São Paulo/SP.

 

Publicado por Assessoria de Imprensa em

Comunicar Erro






Enviar por E-mail






Colabore


Obrigado