A A A Tamanho do texto

SP promove aumento de até 71% no valor dos plantões médicos

Pagamento irá variar conforme a unidade, podendo chegar a R$ 1.130 por plantão, além do salário mensal; projeto de lei foi encaminhado à Assembleia Legislativa

O governador Geraldo Alckmin encaminhou à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo projeto de lei que promove aumento de até 71,3% no valor dos plantões pagos aos médicos e cirurgiões dentistas que trabalham em unidades da rede estadual.

Hoje a Secretaria de Estado da Saúde paga R$ 660 por plantão, fora o salário mensal dos médicos. Agora os novos valores serão variáveis, conforme o serviço de saúde. Os médicos e dentistas poderão fazer até 12 plantões presenciais e 12 à distância por mês.

Foram estabelecidas três faixas de valor: R$ 1.130,71 por plantão para serviços de saúde localizados em áreas de difícil fixação de profissionais.

Já em unidades com assistência de média complexidade situadas em áreas com excesso de demanda por atendimento em saúde ou em regiões carentes de infraestrutura econômico-social o valor será de R$ 942,48 por plantão. E nos hospitais mais centrais, onde as condições de trabalho forem consideradas normais o plantão será de R$ 785,40.

Para garantir os reajustes o governo irá assegurar mais R$ 210,5 milhões anuais no pagamento dos plantões. O último reajuste no plantão médico da rede estadual ocorreu em julho de 2008.

"Trata-se de um expressivo aumento, um estímulo a mais para os médicos da rede e de extrema importância para ajudar a reforçar o atendimento à população usuária do SUS (Sistema Único de Saúde)", afirma Giovanni Guido Cerri, secretário de Estado da Saúde de São Paulo.

São Paulo trabalha para a valorização dos servidores da saúde. Em 2011 concedeu reajustes entre 7% e 40% na remuneração paga à categoria. Para os médicos o aumento foi de 20%. No final de abril foi anunciado aumento de 100% no valor do vale-alimentação dos servidores estaduais, incluindo os da saúde.

Agora o governo paulista trabalha para aprovar um novo plano de carreira específico para os médicos da rede estadual, visando promover significativo aumento na remuneração mensal paga à categoria. A proposta está sendo finalizada e o projeto também deverá ser encaminhado para aprovação da Assembleia Legislativa do Estado.

 

Publicado por Assessoria de Imprensa em

Comunicar Erro






Enviar por E-mail






Colabore


Obrigado