brasão governo do estado de são paulo

Em atendimento à legislação eleitoral (Lei nº 9.504/1997), os demais conteúdos desse site ficarão indisponíveis de 5 de julho de 2018 até o final da eleição estadual em São Paulo.

A A A Tamanho do texto

SP vai ao BID e terá R$ 710 milhões para saúde

Verba será investida em novos leitos, reformas de postos de saúde e garantirá melhoria aos pacientes desde a atenção básica até as cirurgias de alta complexidade

O governo do Estado de São Paulo anuncia nesta segunda-feira, 25, investimentos de R$ 710 milhões para garantir um novo salto de qualidade na saúde do Estado. A verba será utilizada na construção de novas unidades de saúde, criação de leitos e centros de referência do idoso, entre outras melhorias, que irão abranger desde a atenção básica até a medicina de alta complexidade.

A verba será garantida por meio de um acordo entre o governo do Estado de São Paulo e o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), que irá investir R$ 500 milhões no SUS (Sistema Único de Saúde) de São Paulo. A contrapartida do governo estadual para o projeto é de R$ 210 milhões de reais.

O projeto do governo do Estado de São Paulo prevê a readequação das UBSs, a aquisição de equipamentos odontológicos e a construção de Centros de Referência do Idoso, garantindo aos pacientes mais velhos um atendimento especializado em todas as regiões do Estado.

A verba também será investida na readequação de unidades ambulatoriais e de internação voltadas para o atendimento de usuários de álcool e drogas, bem como para a ampliação de leitos para dependentes. Também haverá investimento em procedimentos de alta complexidade, com a melhoria e ampliação de serviços de urgência e emergência, e a ampliação das Unidades de Terapia Intensiva por todo o Estado.

Vale destacar, ainda, a atenção à gestante, com unidades para a realização de partos e de atendimento ao recém-nascido de alto risco. Os procedimentos médicos e cirúrgicos em que sejam identificadas demandas reprimidas também receberão atenção especial do projeto.

"É uma ótima notícia para a saúde pública. Com um projeto detalhado, conseguimos levar ao BID demandas importantes da nossa população. A verba será fundamental para que possamos seguir com o nosso projeto de regionalização da saúde, levando o melhor atendimento possível para perto da casa das pessoas", afirma Giovanni Guido Cerri, secretário de Estado da Saúde.

O projeto também garantirá a capacitação dos gestores de saúde e a aquisição de novas tecnologias para o bom funcionamento do sistema. Entre outras coisas, serão elaborados e implantados os prontuários eletrônicos, que irão garantir que o paciente tenha seu histórico médico completo em qualquer unidade do SUS.

 

Publicado por Assessoria de Imprensa em