brasão governo do estado de são paulo

Em atendimento à legislação eleitoral (Lei nº 9.504/1997), os demais conteúdos desse site ficarão indisponíveis de 5 de julho de 2018 até o final da eleição estadual em São Paulo.

A A A Tamanho do texto

Hoje é o último dia da campanha contra paralisia infantil

A meta é vacinar 2,84 milhões de crianças menores de 5 anos

Acaba nesta sexta-feira, 22 de junho, a vacinação de menores de 5 anos contra a paralisia infantil. A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo havia prorrogado o prazo por mais uma semana para bater a meta de 95% dos 2,99 milhões de paulistas entre 0 e 5 anos.

De acordo com o balanço da pasta, até esta quarta-feira (20/6), 2,2 milhões de doses foram aplicadas, ou seja, 80% da meta de imunizar 2,84 milhões de crianças.

"A vacina é segura e os efeitos colaterais extremamente raros. Pais ou responsáveis não podem se furtar a este compromisso de levar os pequenos para tomarem a vacina, pois ainda não há outra forma de prevenção contra a paralisia infantil", enfatiza Helena Sato, diretora de Imunização da Secretaria.

A vacinação conta com mais de 4 mil postos fixos de vacinação no Estado. Os postos de saúde abrem das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. Na capital, as salas de vacinação nos terminais Tietê e Barra Funda funcionam, de segunda a domingo, das 8h às 20h. Devido a uma reforma, a sala de vacinação do Instituto Pasteur não participará da campanha este ano.

Desde 1988 o Estado não registra casos de paralisia infantil, porém a vacinação é fundamental já que o vírus da doença ainda circula na África e Ásia. São apenas duas gotinhas que podem salvar vidas.
Publicado por Assessoria de Imprensa em