brasão governo do estado de são paulo

Em atendimento à legislação eleitoral (Lei nº 9.504/1997), os demais conteúdos desse site ficarão indisponíveis de 5 de julho de 2018 até o final da eleição estadual em São Paulo.

A A A Tamanho do texto

Saúde busca no Metrô voluntários para teste de vacina anti-HIV

Ação nesta quarta-feira na estação República tem como objetivo informar a população sobre importância da pesquisa

Ação nesta quarta-feira na estação República tem como objetivo informar a população sobre importância da pesquisa


A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo dará plantão nesta quarta-feira, 28 de setembro, na estação República do Metrô para convidar os usuários a participarem como voluntários de uma pesquisa que irá testar duas vacinas preventivas contra o HIV.

A ação, que acontecerá das 8h às 12h, também tem como objetivo sensibilizar e informar a população sobre a importância do teste precoce anti-HIV, assim como os locais onde podem ser realizados gratuitamente na rede pública de saúde.

O estudo das vacinas, desenvolvido em parceria com a Faculdade de Medicina da USP, precisa de mais 20 voluntários. Até o momento, apenas cinco pessoas foram recrutadas. A pesquisa é conduzida pela Unidade de Pesquisa de Vacinas Anti-HIV do CRT para a rede internacional de pesquisa de vacinas "HIV Vaccine Trials Network" (HVTN), sediada nos EUA e composta por instituições líderes em pesquisa em 27 cidades de quatro continentes.

A pesquisa vem sendo realizada desde janeiro de 2011 pelo Centro de Referência e Treinamento em DST-Aids, unidade da Secretaria na capital, e busca verificar a melhor forma de apresentar partes do vírus HIV ao organismo. As opções que serão testadas comparam dois produtos que apresentam cópias de HIV em quantidades diferentes.
"É importante ressaltar que as partes do vírus utilizadas durante os experimentos com os voluntários são sintéticas e inativas. Por isso, não há chances de contaminação", explica Artur Kalichman, coordenador-adjunto do CRT DST/Aids e responsável pela Unidade de Pesquisa de Vacinas.

Os interessados em colaborar com o estudo devem responder a questionários sobre práticas de exposição ao HIV e também passam por avaliação médica, que inclui a coleta de amostras de sangue e de urina. Durante a pesquisa, os recrutados terão à disposição uma equipe de especialistas do CRT para suporte médico e psicológico.

Homens ou mulheres, independente da opção sexual, podem participar da pesquisa. Entre os critérios necessários estão ter entre 18 e 50 anos de idade, ser saudável e não infectado pelo HIV, residir na cidade de São Paulo ou na região metropolitana e, no caso dos homens, ser circuncidado. Mulheres grávidas ou amamentando não podem participar.

Interessados em participar também podem entrar em contato com a Unidade de Pesquisa de Vacinas Anti-HIV: (11) 5087-9915, e-mail vacinas@crt.saude.sp.gov.br ou pessoalmente no Centro de Referência em DST/Aids: Rua Santa Cruz, 81, Vila Mariana, próximo ao metrô Santa Cruz.

Publicado por Assessoria de Imprensa em